Rainha Elizabeth - Descrição Subjetiva



Não poderia existir palavra melhor para nomeá-la, Elizabeth, digna do título de realeza.
Sua aparência feminina desperta aconchego, amor acolhedor de mãe e amizade confiável. No enrolar de seus cabelos saltam pétalas de delicadeza, seus olhos possuem o brilho de estrelas observando aqueles a quem protege com grande carinho e sempre está disposta a dar afago.
Esposa atenciosa, mãe que impõe respeito, dedicada às suas atividades do lar.
Cozinha como nenhum cozinheiro já o fez, o sabor dos seus temperos nos eleva aos céus.
É linda e transmite humildade em seu caminhar. Sua vida está repleta de crença em Deus; somente em Deus, não é adepta a nenhuma religião.
Sempre está disposta a conversar um pouquinho mais, dentre uma bebida e outra, ouve com atenção.
Com grande sabedoria de vida, esta mulher é muito inteligente. Inteligência esta que diz respeito ao lidar com pessoas, a servir e abrir mão de coisas que pareçam melhor ao outro.
É sensível e intuitiva, não sabe mentir e se assusta com facilidade às aparições repentinas de suas filhas.
Corta-me o coração quando vejo lágrimas em seus olhos, a vida poderia fazê-la sempre em cores radiantes e nunca pincelar com a cinza.
Difícil encontrar quem não goste de Elizabeth. Essa mulher é corpo, alma e muito coração.

Nenhum comentário: